segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Tarsila do Amaral para crianças

     Nesta semana a Semana de Arte Moderna completará 90 anos. Momento definidor da concepção contemporânea de "cultura brasileira", a Semana de 1922 reuniu no Theatro Municipal de São Paulo jovens artistas contestadores que o tempo consagraria, entre outros o músico Heitor Villa-Lobos, o escultor Victor Brecheret, os escritores Oswald de Andrade e Mário de Andrade, os pintores Di Cavalcantti, Anita Malfaltti e Tarsila do Amaral.

  De todos os modernistas, confesso que tenho dois preferidos: Oswald de Andrade para ler e Tarsila do Amaral para apreciar. Tarsila sempre foi um ícone para mim. Uma artista que, ao meu ver, representa de fato o Brasil. Suas obras sempre me fascinaram e sua história sempre foi para mim uma referência feminista por assim dizer. 


      E nesta semana, trocando figurinhas com uma colega de trabalho, surgiu a hipótese de trabalharmos o tema 90 anos da Semana de Arte moderna com nossas crianças. Quando ela sugeriu o tema a primeira e única coisa que pensei foi Tarsila do Amaral, pois vejo em sua obra uma gama de possibilidades para serem trabalhadas na Educação Infantil - cores vivas, formas simples, temas brasileiros. Pronto. Fiquei de pesquisar, pensar em alguma coisa, em conteúdos para trabalhar a obra da Tarsila do Amaral com a Educação Infantil. Eis o que saiu:







Autoretrato


Autoretrato




Com o autoretrato de Tarsila do Amaral é possível trabalhar a identidade da criança. 
Pode-se iniciar fazendo uma apresentação da artista, contando sua história e depois de apresentar o seu autoretrato, mostrar imagens da Tarsila - explicando que ela fez a sua própria pintura, que aquela imagem reflete como ela se via. A partir de então pode-se usar diversas técnicas para trabalhar conteúdos como:

☻Eu (quem sou? Como sou? Como me vêem?);
☻Características físicas da criança;
☻Diferenças (mostrando que cada um tem suas características e maneira de ser);
☻Auto-estima.




A família


A família






A família pode dar uma espécie de continuidade ao trabalho feito com o Autoretrato
Se antes falamos da identidade, agora podemos ajudar a criança a conhecer a própria história e a história da família, sentindo-se participante dela. Podemos falar sobre:

☻A família (Quem faz parte da sua família? Como ela é? As diferentes famílias);
☻Árvore genealógica.





A Lua e Sol Poente


A lua

Sol poente



Usando essas duas obras ao mesmo tempo para fazer um comparativo, podemos explorar as diferenças entre o dia e a noite:



☻Opostos (claro/escuro);
☻Características do céu durante o dia e durante a noite (cores, sol, lua, estrelas, nuvens);
☻Rotina em determinado período do dia (dormir/acordar, almoçar/jantar, desjejum/lanche);





O vendedor de frutas

O vendedor de frutas



Esta imagem fala por si só. É um prato cheio para trabalharmos as profissões, 
meios de transportes e frutas:

☻Frutas (em partes da planta/em suas diferenças - tamanho, sabor, cores, texturas, formas, tipos de sementes);
☻Profissões (O que faz um vendedor de frutas? Como ele trabalha? Onde ele trabalha?/ A feira - Você conhece? Como é uma feira? O quê vende na feira? Vamos brincar de feira?);
☻ Meios de transporte (O barco - como e onde o barco trafega?).




 Manacá



Manacá



Manacá é a minha preferida. Com ela fica muito simples trabalhar as flores e os sentidos.

☻Flores (em partes da planta/em suas diferenças - tamanho, cheiros, cores, texturas, formas, tipos de pétalas);
☻Sentidos (visão e olfato).





 Floresta



Floresta



 Floresta é ótima para trabalhar questões envolvendo o meio ambiente, além das partes da planta de uma maneira mais global por assim dizer.

☻Tronco, folhas e frutos (em partes da planta) e as diferentes árvores frutíferas ;
☻ Conceitos de matemática (trabalhando tamanho, espessura, quantidades).



Operários

Operários





Com Operários podemos trabalhar o trabalho, partes do corpo - cabeça e a questão das diferenças físicas entre as pessoas:

☻O trabalho (contextualizando a obra, falar sobre a importância do trabalho - para que serve?/Os trabalhadores das indústrias)
☻Partes do corpo - cabeça (boca, nariz, olhos, orelha)
☻Diferenças (cor da pele, formato do rosto, formato e cor dos olhos, formato dos lábios, tipo e cor do cabelo)



 O Touro



O Touro



Com O Touro podemos trabalhar de forma bem simples e objetiva os animais mamíferos e ou úteis/domésticos e suas características:

☻Animais e suas características (mamíferos, domésticos/úteis);
☻Quantidade e par/ímpar (patas, chifre, rabo).



 Cuca
 Cuca





 Cuca é ótima para trabalhar o folclore, a literatura infantil, o medo e a fantasia:

☻Folclore (história da lenda da Cuca);
☻Literatura Infantil (Livro "Sítio do Pica-pau Amarelo, de Monteiro Lobato);
☻Medo (O medo da Cuca/Os medos que crianças possam ter - do quê você tem medo? Por que?);
☻Fantasia (trabalhar com fantoches, encenações, música e vídeo - por exemplo, "A Cuca te pega" na versão da Cássia Eller).




Abaporu e O ovo


Abaporu





Urutu




Com Abaporu e O ovo, eu optaria por trabalhar a obra de forma subjetiva, deixaria a criança livre para interpretar a imagem. Direcionaria apenas com questionamentos e trabalharia os resultados disso. Os questionamentos, a partir da contemplação da obra poderiam ser:

☻Abaporu: O que vocês estão vendo? O que esta pessoa está fazendo? O que será que ela está pensando? O que será que ela está sentindo?  (Ou preferindo, pode-se trabalhar de forma mais objetiva também por exemplo, trabalhando partes do corpo - já que algumas destacam-se na imagem, e também tamanhos - pé e mãos grandes e cabeça pequena...)
☻Urutu: O que vocês estão vendo? Qual é o seu tamanho? O que será que tem dentro desse ovo? Será que ele está em um ninho? De quem será este ovo? (Ou preferindo, pode-se trabalhar de forma mais objetiva também com o próprio réptil urutu: Vocês sabem o que é urutu? Já viram um? Ele nasce de um ovo...)




    Enfim, essas foram as minhas sensações por assim dizer a partir de algumas obras da Tarsila do Amaral, que me trouxeram muitas ideias para possibilidades de trabalho com a Educação Infantil, há ainda outras belíssimas a serem exploradas, aliás são tantas que fica difícil escolher, dá vontade de trabalhar com todas elas de uma vez só!

    O trabalho da Tarsila é muito vivo, colorido e simples, o que me remete diretamente à pensamentos "de infâncias". Eu penso que dá pra trabalhar muitas coisas além do que expus aqui, sem contar que de qualquer forma, trabalhos de releitura (usando pintura, desenho, recorte e colagem, reciclagem, entre outros) da pintura são sempre bem-vindos em trabalhos com a criançada...






Espero que tenham gostado e deixem mais sugestões e opiniões, é claro!





19 comentários:

  1. Obrigada Renata! Temos que fazer algo assim em nossa EDI né? Muito bom te ver por aqui!!! Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelas ideias... eu ia fazer um trabalho mais resumido, mas vou conversar com a pedagoga pra trabalhar mais com a Tarsila! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada a você, Mademoiselle Passion, pela presença! Tarcila é muito mágica e nos traz um mundo infinito de possibilidades... E quando puder me conte sobre sua experiência em sala com Tarcila! Abraços!

      Excluir
  3. Meu nome é Ana Lucia. Sou professora de geo. his. e informática. Observei que temos muito em comum: minha família mora em Nova Iguaçu, faço coordenação de Informática aplicada à educação, sou coordenadora de projetos e ainda sou regente de sala de leitura. UFA!
    Este ano precisei desenvolver atividades com o ensino especial. Vagando pela internet encontrei o seu Blog. Adaptei as aulas sobre Tacila do Amaral e desenvolvi um lindo trabalho na sala de leitura.Postei no Blog http://lermedaasas.blogspot.com.br/p/tarsila-do-amaral-encontra-se-com-o.html
    O motivo deste é para agradecer e dizer, que muito me orgulho de existir profissionais, que acreditam na pedagogia de projetos e que os mesmos podem fazer a diferença.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Lucia, seja sempre bem-vinda neste espaço. Fiquei super feliz em saber de você (e sobre as coincidências em nossas vidas!) e em poder ajudá-la, de certa forma, em seu lindo trabalho. Adorei sua iniciativa e que ela se multiplique cada vez mais! Que a Tarcila sirva de inspiração não só para nós mas para muitos! Parabéns! Obrigada pela sua participação e incentivo!

      Excluir
  4. Esqueci de registrar, que também trabalho na 9ªcre. Na minha primeira visita não sabia que vc também era desta CRE. Mais uma conscidência! Muito legal!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é né?! rsrsrs Somoscolegas de CRE! Qualquer hora a gente se esbarra por aí! bjs

      Excluir
  5. Érica adorei seu site..estava procurando formas agradáveis de trabalhar arte moderna com meus alunos, queria que eles sentissem prazer em falar do assunto e principalmente na hora de realizar as atividades e você expandiu minha forma de ver a essência da arte...muito obrigada...Abraço.


    Edilamar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Edilamar! Fiquei feliz em ter ajudado... No próximo ano pretendo trabalhar Tarcila com minha turminha, quem sabe trocamos umas figurinhas?!
      Tarsila realmente é muito encantadora, espero que ela esteja sempre alegrando as salas de aula. Espero vê-la sempre por aqui! Bjão

      Excluir
  6. Olá Érica. Ótimo o se blog!!! Poderia por gentileza me informar se o trabalho da Tarsila do Amaral é de domínio publico? Muito obrigado. Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei dizer. Pesquisei, mas até o momento não consegui a resposta... Até vi em alguns sites imagens de obras dela com a legenda "domínio publico", mas continuo a pesquisar, caso consiga a resposta coloco por aqui. Aliás, se alguém souber, agradeço se compartilharem a informação por aqui! Abraços!

      Excluir
  7. Amiga sou professora de artes e pela primeira vez encontro ideias tão profundas e reflexivas para trabalhar comos alunos. Parabéns
    Se possível continue publicando mais sobre artistas brasileiros.

    Bjs

    Silvia

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigada Silvia! Pode deixar que irei seguir sua dica, até já pensei em fazer isso com Volpi também...
    Espero que esteja sempre por aqui! Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Adorei, é muito interessante aprender de uma forma bem criativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por sua presença aqui Diane! Já estou trabalhando o tema na turminha desse ano. Daqui a pouco tem novidades por aqui! Aguarde! Beijos!

      Excluir
    2. Eu adorei vou sempre visitar o seu blog, assim posso continuar incentivando em casa.

      Excluir
  10. adorei pois estou iniciando um trabalho com adolescente do proet e o seu trabalho vai me ajudar muito parabens

    ResponderExcluir
  11. adorei! já sei o que vou fazer em meu estágio
    k Deus t abençoi.

    ResponderExcluir